cedcalor3

Como deixar sua casa mais fresca no calor

Com as temperaturas cada vez mais altas e os níveis de reservatórios de água cada vez mais baixos, truques caseiros para se refrescar e refrescar o ambiente podem ser a melhor opção para sobreviver a um dos verões mais tórridos dos últimos tempos.

Cortinas claras e plantas são alguns dos artifícios que podem ser usados para amenizar o calor

Cortinas claras e plantas são alguns dos artifícios que podem ser usados para amenizar o calor.

Cortinas claras e plantas são alguns dos artifícios que podem ser usados para amenizar o calor Foto: Shutterstock/ Horiyan

Óleos essenciais como o de limão, hortelã e eucalipto transmitem uma sensação de frescor. É possível colocar algumas gotas na água e borrifar no ambiente.

Cortinas claras e plantas são alguns dos artifícios que podem ser usados para amenizar o calor Foto: Shutterstock/ Horiyan

Pequenas fontes dágua refrescam o ambiente, criando um microclima mais agradável. Além disso, elas promovem o relaxamento. Criar um cantinho verde ajuda a diminuir a temperatura e umidificar o ar.

Cortinas claras e plantas são alguns dos artifícios que podem ser usados para amenizar o calor Foto: Shutterstock/ Horiyan

Criar um cantinho verde ajuda a diminuir a temperatura e umidificar o ar.
Cortinas claras e plantas são alguns dos artifícios que podem ser usados para amenizar o calor Foto: Shutterstock/ Horiyan
O ideal é ter revestimentos claros, que mais refletem do que absorvem luz. Isso evita que o ambiente esquente ainda mais. Cortinas de trama vazada permitem a maior circulação do ar.
Cortinas claras e plantas são alguns dos artifícios que podem ser usados para amenizar o calor Foto: Shutterstock/ Horiyan
O ventilador pode fazer as vezes de exaustor, é posicionar em frente à janela. Ele empurra o ar quente para fora e puxa o ar frio para dentro.
porta-de-correr-capa-2-valley-wide-sliding-door-672x372

Como fazer portas de correr

Para fazer portas de correr no armário ou como acesso ou passagem de ambientes, é preciso saber quais os tipos de portas de correr existentes e algumas questões técnicas e funcionais:

Vantagens da porta de correr

A principal vantagem da porta de correr, especialmente nos armários, é que ela não ocupa muito espaço, já que fica rente ao armário ou à parede quando aberta. Isso é muito bom quando a área de circulação é pequena, e a pessoa ficaria no caminho da porta para manuseá-la-la se ela fosse de abrir para fora, por exemplo.

Outra vantagem é que ela não limita a movimentação da pessoa que está de frente para o armário quando aberta, o que também fica mais funcional, pois facilita o acesso ao interior do móvel, e cria sensação de espaço.

porta-de-correr-pe621-quadriculada-americanas

Quando não usar portas de correr

Só não é possível optar por portas de correr quando não houver espaço para que elas fiquem abertas, seja na parede, no box ou no armário. É preciso que elas possam correr a mesma medida do vão livre, para que não fiquem no caminho quando abertas, obstruindo a passagem.

porta-de-correr-etsy

Portas de correr externas ou internas

Em armários, as portas de correr podem ser externas ou internas. Isso significa que os trilhos podem ficar dentro do corpo do armário, embutidos, ou então podem avançar em relação às laterais e à base do móvel, deixando as laterais das portas aparentes. A diferença é que as portas internas ficam mais discretas, sem deixar à mostra o vão entre elas, mas ocupam espaço do armário. Já as portas externas ficam mais destacadas, e deixam o armário com profundidade final maior.

guarda-roupa-ipanema-madeiramadeira

Portas de correr sem trilho no chão

Portas de correr sem trilhos no chão deixam a passagem livre e com visual mais leve e integrado, já que o piso fica sem interrupções entre os ambientes. Mas para poder pendurar a porta no trilho superior é preciso ter algum lugar que aguente o peso da porta, já que nesse caso ela fica pendurada na parte de cima. Esse trilho pode ficar preso na parede ou no teto, mas para aguentar o peso não pode ser forro de gesso ou uma parede muito leve. Precisa ser uma laje ou parede de alvenaria, estrutural ou similar. Caso contrário, pode ser usada uma porta de correr, porém com o trilho de baixo para deixá-la apoiada.

porta-de-correr-pe91-madeiramadeira

Puxadores das portas de correr

Os puxadores das portas de correr, seja do tipo que fica saltado em relação à porta ou do tipo linear/embutido, devem ficar acessíveis mesmo quando a porta está aberta. Para isso, o pino que é colocado no trilho para travar a porta quando ela abre precisa ficar em um ponto que deixe a ponta da porta ainda aparente, sem ficar totalmente para trás da outra porta ou da parede.

Fonte: Dicas de Arquitetura.

pia

15 pias incríveis para cozinhas ou banheiros

Inovar na decoração de banheiros, lavabos ou cozinhas fugindo do convencional pode ser algo difícil. Onde colocar um toque contemporâneo ou que chame a atenção por seu design criativo? O senso comum é investir no piso, na parede, nos móveis. Mas pouca gente idealiza pias incríveis e diferentes.

Você pode não dar nada para uma simples pia, mas trocando-a por cubas e torneiras com formatos diferentes vai perceber o poder que ela tem. Esses tipos de pias, infelizmente, não estão disponíveis em grandes lojas de casa e construção, por isso você não encontra facilmente. Mas as pias com cara de revista de decoração ou de filme de ficção existem, sim! Separamos 15 modelos sensacionais para você conhecer e se inspirar. Veja só:

pias-incriveis-azul-blog-da-arquitetura

tipos-de-pias-madeira-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-minimalista-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-diferente-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-dourada-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-circulo-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-labirintos-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-pedras-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-design-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-xicara-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-fotos-blog-da-arquitetura

tipos-de-pias-incriveis-blog-da-arquitetura

modelos-de-pias-incriveis-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-blog-da-arquitetura

pias-incriveis-pneu-blog-da-arquitetura

E então, o que você achou de nossa lista de pias com designs inovadores? Certamente, se alguma delas estiver presente em um ambiente de sua casa, não será preciso fazer mais nada na decoração. Somente elas bastarão para dar sofisticação e modernidade.

Fonte: Blog da Arquitetura.

sobrado-pequeno-quarto-de-casal-cantinho-de-leitura

Sobrado pequeno

Sala de estar

Com paredes azul navy, a sala de estar é totalmente imponente. No cantinho dela, fica uma cadeira de leitura e descanso e a coleção de LPs. Flores e quadros decoram o restante do ambiente com muita beleza e glória.

sobrado-pequeno-sala-de-estar-vinis

sobrado pequeno

Escritório

Este é um dos nossos ambientes preferidos deste sobrado pequeno. De um lado, ele é escritório e, do outro, ele é ateliê. Ficamos simplesmente apaixonados pela decoração com pegboard, juntando as coisas do dia a dia para criar coisas novas, plantinhas e lembranças.

sobrado pequeno

E este papel de parede do escritório? Ele quebra com muita elegância o preto e branco usado no restante da decoração. E o melhor: ele não deixa o ambiente pesado e nem cansativo.

sobrado pequeno

Sala de jantar

Simples e bem intimista, a sala de jantar desse sobrado pequeno tem todas as paredes brancas. A cor fica por conta das cortinas, que combinam com as paredes dos outros ambientes em azul navy. Adoramos o reaproveitamento dos móveis antigos e, principalmente, o ar charmoso e vintage para a sala de jantar, sem perder o visual lindo e moderno.

sobrado pequeno

Quarto de casal

Localizado no sótão do sobrado pequeno, o quarto do casal é uma beleza a parte. A cabeceira com um verde floresta escuro, dita o tom do quarto. Os criados-mudos seguem a mesma regra dos objetos simétricos que você deve usar quando colocar a cabeceira na frente da janela e o resultado é isso, ó: uma beleza única.

sobrado pequeno

Na frente dessa cama imponente: nada de televisão. A parede vira uma estante e acomoda alguns pertences.

sobrado pequeno

E no espaço que sobra perto do banheiro: um cantinho de leitura. Com uma parede pintada de preto e as outras bem brancas, o ambiente segue a decoração do restante do quarto criando uma atmosfera elegante e deliciosa.

sobrado pequeno

Outros ambientes do sobrado pequeno

Além desses, o sobrado pequeno tem, claro, uma cozinha, um hall de entrada, um banheiro e um segundo quarto de casal para visitas. Adoramos a decoração equilibrada entre branco e algum tom forte, normalmente o preto, para que toda a casa converse entre si.

sobrado-pequeno-cozinha

sobrado-pequeno-hall-de-entrada

sobrado pequeno

Fonte: Minha casa minha cara.

8-biblioteca-debaixo-da-escada-nichos

15 bibliotecas e estantes pra ficar debaixo da escada

Se você realmente gosta de livros, cedo ou tarde terá que encontrar maneiras de organizá-los. Dependendo do tamanho se sua coleção já tem um tamanho razoável, nada melhor do que um biblioteca, ou uma estante, não é mesmo? Assim, Separamos inspirações que aproveitam aquele cantinho debaixo da escada, ou seja, dois coelhos com uma cajadada só: bibliotecas e como aproveitar melhor o espaço de sua casa. Vale ainda lembrar que os livros expostos agregam valor cultural ao seu lar, além de contarem um pouco de nossa história e de nossa personalidade, deixando a casa com aquele toque especial, com o jeito particular de cada um.

1-biblioteca debaixo da escada

Vale lembrar que a profundidade ideal para uma estante de revistas e livros comum é de 30cm. Já os livros maiores, como os de fotografia e arte, costumam pedir pelo menos 35cm. Entre uma prateleira e outra você pode ter entre 30cm e 40cm de altura, assim você acomoda desde pilhas de revistas até as edições maiores.

2-estante-cinza-escada

Coloque alguns volumes deitados e outros de pé. Essa disposição dá movimento e beleza à estante. Vasinhos de planta, porta-retratos, bolas de vidro, caixinhas e outros objetos decorativos trazem equilíbrio quando dispostas junto aos livros.

3-biblioteca-embaixo-da-escada-banco-janela

4-biblioteca debaixo da escada madeira

5-estante-branca-escada

6-biblioteca debaixo da escada

7-biblioteca debaixo da escada rustico

8-biblioteca debaixo da escada nichos

9-biblioteca debaixo da escada moderna

10-biblioteca-perto-da-escada-pe-direito-duplo

11-biblioteca debaixo da escada moderna

12-estante-branca-escada

13-biblioteca debaixo da escada moderna

14-biblioteca debaixo da escada madeira

15-biblioteca debaixo da escada madeira e ferro

Fonte: Limão na água.

02_sofa-colorido

7 maneiras de dar estilo ao seu sofá colorido

Finalmente comprou aquele sofá super colorido que você sempre quis comprar (e eu aplaudo você de pé pela coragem que poucos têm).

Mas aí você chegou em casa, colocou ele na sala, sentou-se nele e percebeu que não ficou tão parecido quanto a foto daquele catálogo da Tok & Stok.

Um sofá colorido pode trazer cor para sua casa, mas encontrar a combinação perfeita pra combinar com ele pode ser um cadinho difícil.

Aqui eu reuni algumas dicas e truques para ajudar você a tirar o máximo proveito da nova peça protagonista principal da sua sala de estar.

01_sofa-colorido

1. Color Blocking – Escolha uma ou duas cores fortes que formem contraste com seu sofá colorido. Almofadas, tapetes e até prateleiras – são acessórios que irão trazer um mix legal de cores para qualquer ambiente.

02_sofa-colorido

2. Almofadas – Quem diria que sua obsessão por almofadas um dia ia ter serventia, hein? O truque aqui é escolher estampas e padrões que se combinem entre si, mas que não se anulem. O bom senso prevalece.

03_sofa-colorido

3. Tecidos – Encontrou uma manta ou tecido e se apaixonou? Crie coragem e utilize-o(a) para complementar seu sofá.

04_sofa-colorido

4. Preto e Branco – Se você gosta de uma parada mais simples, sua melhor opção é o preto e branco. Só não se esqueça (nunca) que o preto e branco não tem que ser chato; escolha padrões listrados ou com pontos para que a coisa toda fique mais interessante.

05_sofa-colorido

5. Simplicidade – Traga elegância escolhendo um sofá (ou poltrona) com dois acentos (ou até um). Pendure uma manta branca como essa acima no sofá para deixar o ambiente mais sofisticado.

06_sofa-colorido

6. Plantas – Verdejar o ambiente é outra forma de trazer vida para seu sofá colorido. Sem mencionar que é uma excelente escolha (e natural) para criar um contraste de cores.

07_sofa-colorido

7. Tapete Encorpado – Entenda que o seu sofá é o ponto focal da sua sala de estar. Escolha um tapete com padrão divertido, que crie um contraste de cores para um visual que traga coesão. E note acima como a explosão do amarelo cria uma zona de atração, mantendo toda a sala em harmonia.

Fonte: Minha Casa Decorada.

content_zenital_bimbondomo

Como aproveitar a luz natural? – Dicas, materiais e sugestões

Deixe a luz entrar. Saiba como aproveitar a iluminação natural na sua casa, projeto ou reforma.

Seja para iluminar, economizar ou deixar seus ambientes mais bonitos, o Sol deve ser convidado a entrar nos espaços.

Não só por uma questão estética, mas também de saúde: os raios solares ajudam na produção de vitamina D, que está em deficiência na maioria das pessoas que vivem nas cidades, acostumadas a passar boa parte do dia em ambientes fechados com iluminação artificial.

Mas, para tudo há remédio. Preparamos esse guia completo com dicas, produtos e projetos saudáveis de arquitetura sustentável que aproveitam da luz natural:

Pele de Vidro

Peles de vidro são mais conhecidas como ‘fachadas envidraçadas’, que permitem uma grande entrada de luz. Neste caso, o importante é escolher o tipo certo de vidro, optando entre temperado ou laminado. Há modalidades mais resistentes no mercado, que também protegem os moradores e os móveis dos efeitos dos raios UV.

A escolha de cores é outro ponto crucial nestes projetos. Com variações de verde, azul e revestimentos espelhados, a pele de vidro pode ficar muito bonita, desde que planejada e adaptada às condições de privacidade e ventilação. Cortinas são sempre bem-vindas para ajudar nesta tarefa.

Lembre-se de que a maioria dos vidros disponíveis ficam transparentes em ambos os lados à noite.

Brises e Pergolados

Geralmente inseridos na parte externa, os brises e pergolados estão disponíveis em alumínio, ferro, concreto e madeira, como no caso da foto. O ponto mais atrativo deste material é a entrada de claridade intercalada com o bloqueio do sol.

Ao construir, respeite intervalos de 20 a 30 cm entre uma estrutura e outra, dando uma leve inclinação.

Tijolo de Vidro

É uma ideia interessante, mas caiu em desuso em projetos mais atuais.

O material não chega a ser translúcido e oferece opções coloridas e jateadas. Para não errar, procure referências.

Portas de Vidro

É a popular ‘porta balcão’, com esquadrias de aço, alumínio ou madeira. É a forma mais fácil de iluminar um espaço sem precisar fazer uma grande reforma.

Muitos produtos oferecem corrediças e venezianas para equilibrar a entrada de luz.

Janelas de Mansarda

São inseridas nas áreas de sótão de forma inclinada, para aproveitar e iluminar o espaço do telhado.

Bay Window

São uma herança da arquitetura vitoriana, que projetava as janelas na fachada. Além da iluminação, este tipo de janela dá uma ilusão de amplitude, e pode ser aproveitada como um espaço de descanso, leitura ou jardim.

Iluminação Zenital

Corresponde a todo o tipo de iluminação natural que vem de cima. Estão inclusas nesta modalidade coberturas transparentes, clarabóias e poços de luz.

As coberturas transparentes podem ser atingidas com telhas e materiais de policarbonato e são recomendadas para áreas de deck, piscinas térmicas e jardins de inverno. É preciso tomar cuidado na instalação, para que o vento ou a chuva não danifiquem a cobertura. Atente também à segurança, já que a resistência destes materiais costuma ser menor que a do vidro.

Por sua vez, as clarabóias de vidro são instaladas em aberturas mais estreitas, preferencialmente em tetos com vãos ou de madeira. Não é recomendável a reforma ou abertura em lajes de concreto, que podem causar danos estruturais.

Claraboia Tubular

Trata-se de uma abertura canalizada no telhado. Há várias opções de vidro disponíveis, mas se você é um(a) entusiasta da construção sustentável e de materiais Faça Você Mesmo, pode aproveitar garrafas PET para conseguir o mesmo efeito. Lembre-se apenas de que quanto mais profundo e estreito for o poço, menos luz será refletida no ambiente.

Domo de Vidro

Abóbodas de vidro e acrílico são características de edificações mais antigas, mas não perdem o charme nem a capacidade de iluminar sem custos.

Dicas

Agora que você já percorreu alguns materiais e projetos de iluminação natural, preste a atenção nestas dicas:

  • Verifique onde a luz vai bater;
  • Calcule a incidência solar e o posicionamento dos móveis;
  • Avalie as condições de calor, percurso do Sol e ventilação nos ambientes;
  • Privacidade é importante: tome cuidado com vizinhos e projetos em apartamentos;
  • Veja se há a necessidade de obter uma aprovação para sua construção ou reforma’
  • E, finalmente, mantenha os vidros limpos.

Fonte: Hometeka.

img_1_32_2059

Corrimão para escada, como escolher

O momento de definir os detalhes em uma obra passa por sutilezas que não escapam aos olhos dos mais atentos e exigentes, porém a escolha pode se tornar uma dor de cabeça se quem está construindo não tem ideia de como encontrar modelos e referências para se orientar.

Os corrimãos e os guarda-corpos de uma escada fazem parte dessa lista de miudezas de acabamento. A escolha desses itens na finalização da obra vai influenciar não só a segurança e a praticidade de quem utiliza escadas e sacadas, mas o resultado estético de elementos que ficam em evidência na área social da casa.

E qual a melhor maneira de escolher corrimão e guarda-corpo? existem normas específicas que tratam de divulgar quais são as dimensões corretas que darão equilíbrio e segurança a esses itens. O corrimão deve estar de 80 a 92 cm do chão, e o guarda-corpo deverá ter altura de no mínimo 105 cm a partir do solo. A distância mínima entre eles deve ser de 4 cm.

A regra para esses itens é extensa e nem sempre é seguida nos projetos residenciais ou outras obras particulares. Não raro a estética de uma escada acaba sendo privilegiada em detrimento das normas de segurança. Quem nunca observou uma escada sem corrimão? No entanto, mesmo para esses casos devem ser sempre levados em conta os usuários das edificações. Se na residência morarem crianças ou pessoas idosas, o melhor a fazer é seguir as normas para evitar acidentes.

A sugestão para as residências com crianças, caso o guarda-corpo seja metálico, é evitar construir perfis em linhas horizontais, pois a estrutura vai facilitar que os pequenos subam no local. Já em caso de perfis verticais, estes não podem ter espaços maiores do que 11 cm para garantir a função de proteger de quedas. De qualquer forma, o guarda-corpo pode ser projetado a partir de qualquer material, até mesmo em vidro, desde que seja o tipo laminado.

Na escolha do corrimão prefira os modelos redondos, com diâmetro de 5 cm. A medida fica confortável para a maioria das pessoas. Com relação aos materiais, aço inox, ferro, madeira e alumínio podem ser empregados.

Reprodução

Balaustras pintadas de branco deram vida à escada, contrastando com o fundo em madeira. O corrimão em cumaru manteve o tom natural.

Reprodução

Madeira e alumínio polido estruturam corrimão e vergalhões na escada feita em concreto pré-moldado com piso revestido de mármore.

Reprodução

Vidro temperado e aço inox: a dobradinha garante segurança e beleza à escada.

Reprodução

Este em uma área externa é em aço inox polido com guarda-corpo na mesma estrutura e fechamento em vidro laminado. A estrutura respeita as alturas e distâncias exigidas para garantir segurança.

Fonte: Bonde.

decorar_casa_estilo_clean_04

9 dicas para decorar a casa em estilo clean

A decoração em estilo clean segue a tendência de modernidade, criando um ambiente leve, arejado e funcional. Diferente de outros estilos, este dispensa qualquer excesso de informação, pois, o diferencial numa decoração clean é a praticidade e a pureza nas linhas encontradas em cada divisão da casa, que fornecem ao lar a sensação de serem maiores. Inspire-se nas nossas dicas clean para decorar!

1. As cores clean

O estilo clean recebe a influência das cores claras, como o branco, tons em pastel, gelo, palha e areia, que são ótimas opções para colorir de forma equilibrada os ambientes. Entretanto, não se pode deixar de pensar nas tonalidades vibrantes para amenizar a clareza do espaço, certo? Almofadas, poltronas ou mantas podem receber uma coloração amarela, vermelha, azul ou roxa, tornando o ambiente arrojado e clean.

2. Menos informação e maior amplitude

A decoração clean é inspirada na liberdade, sendo perfeita para quem aprecia os ambientes com poucos móveis e elementos decorativos. Ao decorar, dê preferência por elementos em cores neutras e com bastante luminosidade e também nos móveis de linhas retas. Lembre-se que neste estilo, a ausência de informações deve ser funcional e confortável para criar maior amplitude num ambiente.

3. Iluminação

Iluminação é o ponto-chave de uma decoração em estilo clean! O investimento deve ser em janelas envidraçadas e cortinas claras e finas, de modo a aproveitar ao máximo a iluminação natural. O ambiente também pode receber luminárias especiais e lâmpadas embutidas, para ter uma decoração com um aspecto aconchegante e, claro, com a leveza de uma boa iluminação.

4. Flores e plantas

As flores e plantas são sempre bem-vindas, uma vez que trazem da natureza a sensação de pureza e harmonia. Os arranjos de menor dimensão são os mais adequados para decorar com o estilo clean. Mas se deseja quebrar a monotonia dos tons claros da decoração clean, opte por expor, sem exageros, orquídeas e rosas harmonizando a beleza da natureza em vários espaços da casa.

5. Tapetes nos ambientes

Adora tapetes, mas tem receio de usá-los na decoração de estilo clean? Opte por modelos de menos detalhes – quer sejam felpudos ou não, para não destoar a harmonia do lar. Os tapetes lisos e básicos, quadrados ou retangulares e com tons claros, são uma ótima escolha para o estilo clean, pois combinam perfeitamente com os móveis de linhas retas.

6. Fotografias

Sabemos que o estilo clean dispensa o excesso de elementos decorativos, mas não significa que fotografias e quadros não possam ser usados para decorar um espaço.Apresentar as recordações pela casa é uma ideia original de expor a memória de bons momentos, o que torna qualquer ambiente mais agradável e personalizado. Se decorar com fotografias, lembre-se de tê-las em molduras que apresentem uma unidade estética. Para uma decoração ainda mais clean evite misturar esculturas, pois elas carregam o ambiente! Entretanto, se deseja incluir outros elementos decorativos ao lado das fotografias, use espelhos e tenha uma decoração verdadeiramente clean!

7. Móveis restaurados

A sustentabilidade também se encaixa perfeitamente no estilo clean. Um sofá, uma cadeira, uma estante ou qualquer outro móvel pode ser naturalmente restaurado e destacado na decoração da sala ou do quarto, sem que a proposta do estilo clean se perca. Experimente!

8. Peças de vidro

Essenciais para ambientes decorados com estilo clean, as peças de vidro oferecem a qualquer decoração um aspecto mais moderno e sofisticado. Prefira os elementos decorativos grandes, como mesa de vidro, vaso de flor, aparadores e prateleiras…

9. Espaços integrados

Integrar espaços na decoração tem sido uma tendência muito forte do estilo clean. Eliminar as paredes para unir a sala e a cozinha num só ambiente e usar as portas de correr para separar o quarto do banheiro são alternativas perfeitas para quem deseja se sentir num espaço maior. Lembre-se que o estilo clean dispensa espaços apertados, ou seja, quanto menos paredes e móveis pesados os ambientes tiverem, maior será a facilidade de circulação, principalmente para decorar casas pequenas.

Fonte: Eu Decoro.

portas2

Saiba como escolher portas e janelas para sua casa

Escolher portas e janelas é sempre motivo de dúvida na hora de construir ou reformar a casa. Além de decorativos, as portas e janelas têm que se adequar com o projeto arquitetônico e serem práticas e funcionais. O primeiro passo é conhecer as características e o espaço do imóvel. Assim, será possível prever as necessidades do isolamento acústico, térmico e proteções contra ventos e insetos, por exemplo.

A partir disso, deve-se escolher o material das portas e janelas da casa. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Esquadrias de Alumínio, as portas e janelas de madeira e aço são as preferidas do brasileiro, seguidas de alumínio e PVC.

Portas e Janelas

Depois de escolher as portas de janelas para sua casa, observe o posicionamento das janelas. Veja se elas trazem a claridade suficiente, durante o dia, a ponto de não ser preciso acender uma lâmpada sequer (aliás, elas demandam custos maiores e são mais cansativas que a luz natural). Se estiver construindo, atente-se para esse ponto e veja ainda como é a localização da casa com relação ao trajeto do sol. Que horas os raios entram nos cômodos para aquecê-los? Caso você já more em um lugar escuro, o jeito é buscar na decoração a saída para agregar leveza e claridade. Comece observando as portas e as janelas.

A porta de entrada da casa, será o cartão de visita da mesma, por isso, deve receber atenção especial. As mais comuns são as de madeira, sem muito adorno e que abrem pra dentro. Na dúvida, opte por modelos mais convencionais com detalhes simples que não perderão o charme com o tempo devido ao estilo causal. Já quem prima pela iluminação natural do ambiente, deve apostar em portas de vidro.

Portas e Janelas

Caso as portas e janelas sejam de madeira, pense na possibilidade de pintá-las de um tom claro. É por meio dos tons suaves que se pode brincar com as nuances mais fortes nos detalhes e nos objetos decorativos. Por isso, a dica é: invista em revestimentos claros.

As janelas normalmente segue o mesmo estilo da porta principal. Porém, caso a porta seja de madeira é possível utilizar outros materiais nas janelas, devido a versatilidade do material. Hoje em dia, é possível comprar modelos prontos de portas e janelas ou encomendá-las sob medida.

Portas e Janelas

Confira os prós e contras de cada tipo de material:

Ferro e aço: são super-resistentes, mas precisam de manutenção constante para evitar ferrugens.

Madeira: ótima para locais que exijam maior isolamento térmico, Deve ter manutenção constante para evitar danos devido à umidade, raios solares e cupins.

Alumínio: destaca-se pela fácil manutenção e resistência ao mesmo tempo. Não oxida, é mais leve, econômica e fácil de projetar e executar. Porém, não é recomendada para todos os tipos de ambientes.

PVC: é durável, de fácil manutenção e proporciona ótimo isolamento acústico. Porém, pode desbotar e não é aconselhável em áreas de condições climáticas mais intonsas com muita chuva e vento, por exemplo.

Fonte: Casashow.